domingo, 2 de agosto de 2015

SIC - MMendes - "A administração da CGD “deveria demitir-se”

Nem todos os socialistas se calaram. Há 4 anos (22.07.2011) escrevi o seguinte sobre a CGD (e nessa altura não houve comentários de Marques Mendes): . "Nogueira Leite, conselheiro de Passos Coelho, é um dos novos nomeados Adminitradores da CGD. "Jobs for The Boys", lembram-se na campanha PSD/CDS? Aqui está o resultado. Não só não diminui em 15% os "gestores e chefes", como prometera, mas aumenta de 7 para 11 o seu número. Os fretes pagam-se bem, muito bem!!"


"O comentador da SIC defende que os gestores da Caixa Geral de Depósitos foram “completamente desautorizados” pelo primeiro-ministro, sublinhando porém que Passos Coelho está a “queixar-se das pessoas que o seu Governo nomeou”
Luís Marques Mendes defende que, em função da “preocupação” que o primeiro-ministro tem vindo a demonstrar em relação à situação da Caixa Geral de Depósitos, como o Expresso noticiou, a administração da CGD “deveria demitir-se”. “Acho que os gestores da Caixa já não têm mais condições para se manterem em função”, afirmou este sábado, durante o habitual comentário na SIC.
Segundo Marques Mendes, Passos Coelho já deixou claro que “está descontente com a gestão da Caixa”. Por um lado, o comentador defende que o primeiro-ministro tem razão, na medida em que a gestão tem “falta de liderança eficaz”, não tem manifestado “sensibilidade para as pequenas e médias empresas” e não fez nenhuma reforma interna. “Aqui o primeiro-ministro tem alguma razão”, afirma, defendendo, porém, que Passos Coelho não tem “grande autoridade” para fazer essas críticas.
“Esta administração foi nomeada pelo Governo de Passos duas vezes”, justifica. “Passos está a queixar-se das pessoas que o seu Governo nomeou para lá. Tem de ter mais cuidado com as escolhas que faz para não ter de dar o dito por não dito.”
Marques Mendes sustenta que, perante a preocupação demonstrada pelo primeiro-ministro, os gestores da Caixa “foram completamente desautorizados”. “Ou seja, nunca mais são levados a sério.”
A solução, na sua opinião, passa pela demissão da administração. “Estou à espera que apresentem na próxima semana a sua demissão", afirma, acrescentando, no entanto, que acredita que os gestores “vão encontrar todas as razões e pretextos para se agarrarem aos lugares”.

O ex-líder do PSD critica ainda o facto de a oposição não ter reagido, defendendo que deveria estar a questionar Passos. “Se o primeiro-ministro está insatisfeito, por que é que não demite a administração?”

Sem comentários:

Publicar um comentário