sábado, 1 de agosto de 2015

A "Lua Azul" da última noite

Apesar do nome, o raro fenómeno da "lua azul" não tem qualquer relação com mudanças na cor do satélite da Terra. A designação indica apenas a raridade do fenómeno: duas luas cheias no mesmo mês.
Segundo o Observatório Astronómico de Lisboa (OAL), conta-se que a origem da designação lua azul remonta ao século XVI, quando algumas pessoas que observavam a lua a olho nu achavam que ela era azul. Depois de anos de discussões, concluiu-se que era um absurdo pensar que a lua era azul, o que levou a que a expressão "lua azul" passasse a ser usada como o significado de "nunca" ou de algo muito raro. 
Nota o OAL, que apesar de o fenómeno não ter relação com a coloração do satélite, há registos na história de que a lua realmente aparentava a cor azul. Em 1883, uma erupção do vulcão Krakatoa, na Indonésia, fez com que os gases em expansão na atmosfera dessem uma coloração azulada à lua. Outro episódio ocorreu em 1951, quando um grande incêndio nas florestas do Oeste do Canadá lançou muitas partículas na atmosfera, criando o mesmo efeito que o Krakatoa, mas visível apenas na América do Norte.” (Visão) 

O fundo azul
  A foto original
A Lua Azul 
O ambiente da fotografia


Sem comentários:

Publicar um comentário