sexta-feira, 7 de agosto de 2015

FMI desconfia da capacidade de Portugal para baixar impostos

Em todos os jornais - É um aviso ao PSD/CDS e ao PS. Embora a senhora Lagarde seja o que é - alguém sem legitimidade moral e autoridade politica para dizer o que quer que seja -  a verdade é que a sua opinião conta. Portanto, consideremos se estamos ou não em condições de baixar impostos depois da campanha eleitoral. A não ser assim, serão fintas clássicas, mas com uma gravidade sem precedentes!

"O FMI não acredita que Portugal consiga um défice abaixo de 3% este ano e considera "excessivamente otimista" as poupanças assumidas pelo Governo em Bruxelas para a próxima legislatura. 

Por isso, o Fundo pede cautela ao Executivo na hora de prometer descidas de impostos. O recado chega em plena campanha eleitoral, quando também o PS se compromete a baixar a carga fiscal, nomeadamente na sobretaxa de IRS, até de forma mais rápida".

Sem comentários:

Publicar um comentário