sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

António Costa responde ao Presidente da República

Tudo se passou à volta de "entendimentos" que desconsideram os resultados eleitorais. 
"Creio que o senhor Presidente da República confia pouco na capacidade do PS em construir uma maioria absoluta que poupará o país a essas incertezas", preferindo António Costa acreditar nas capacidades de discernimento dos portugueses. .
Cavaco Silva, perante os embaixadores portugueses, fez afirmações arriscadas ao dizer que já "transmitiu as regras" aos partidos. No fundo quer um entendimento que dispensa os futuros resultados eleitorais.  Ao que chegámos! Será que o PR passou a ser o CEO da democracia?


Sem comentários:

Publicar um comentário