segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Ricciardi lembra a Marcelo a "mágoa" de já não utilizar a casa de Ricardo Salgado

O presidente do BESI emitiu um violento comunicado onde desmente afirmações de Marcelo Rebelo de Sousa no seu comentário semanal na TVI. O banqueiro acusa o comentador de proferir "mentiras" e de sentir "mágoa" por ter deixado de passar férias na casa de Ricardo Salgado no Brasil.
"Relativamente aos comentários da autoria do Prof. Marcelo Rebelo de Sousa no seu programa dominical da TVI, venho por esta forma transmitir publicamente o seguinte: Eu compreendo que o Prof. Marcelo Rebelo de Sousa tenha muita mágoa em não poder continuar a passar as suas habituais e luxuosas férias de fim de ano na mansão à beira-mar no Brasil do Dr. Ricardo Salgado, mas essa mágoa não o autoriza a dizer mentiras a meu respeito e do banco a que presido, conforme fez no seu comentário de ontem", referiu José Maria Ricciardi numa declaração enviada às redacções ao final da noite de domingo.
Acrescentou: "Primeira mentira: o BESI, ao contrário do que disse, nunca avalizou a emissão e colocação do papel comercial do GES. Segunda mentira: outra vez ao contrário do que disse, não só manifestei formalmente em Fevereiro de 2014 ao Banco de Portugal a minha indisponibilidade para continuar no BES, se não fosse alterado o modelo de governação, como ainda suspendi o meu mandato de administrador da ESI em Fevereiro de 2014 e apresentei a minha demissão no mês seguinte". "Espero que não surja uma terceira mentira", conclui.
Ontem, no habitual comentário na TVI, Marcelo Rebelo de Sousa comentou as audições na Comissão Parlamentar de Inquérito ao BES, afirmando que “Ricardo Salgado mandava e José Maria Ricciardi não venha dizer que não sabia, porque sabia”.


Sem comentários:

Publicar um comentário