sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Uma vergonha - FMI e Governo propõem-se reduzir salário dos jovens entre os 18 e 24 anos

O Governo sabe de tudo e só quer que até às autárquicas ninguém saiba de nada. É apenas isso que estão lá a fazer. Votar neles, nas autárquicas, é dar-lhes mais oxigénio, para mais uns minutos!
"Quando regressar a Portugal no próximo mês, o FMI vai insistir com o Governo na necessidade de novos cortes de salários e maior flexibilidade no mercado de trabalho. 
Segundo o Diário Económico, o fundo defende que baixar salários é o caminho para combater o desemprego, e acredita que manter os mesmos ordenados está diretamente ligado ao desemprego elevado, sobretudo no caso de trabalhadores menos qualificados e com vencimentos mais baixos. 
O FMI vai voltar a exigir a diminuição do salário mínimo. A estratégia passa por colocar os patrões a pagarem menos também no caso dos jovens. Assim, o FMI vai propor a redução do salário dos jovens entre os 18 e os 24 anos ou, em alternativa, reduzir os salários para os primeiros 2 ou 3 anos de trabalho. Na reunião de preparação da próxima avaliação da troika, o FMI propôs também a introdução de um contrato único para novos contratados."

Sem comentários:

Publicar um comentário