sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Ministro Santos Silva: O tempo é de "mudança"

Augusto Santos Silva, encerrou o debate do programa do Governo e fez um apelo aos "compromissos" em nome de uma cultura política de diálogo, sem ressabiamentos, atendendo a que "todos somos indispensáveis", porque "a delicadeza da situação do país e a diversidade de opiniões torna indispensável uma cultura política assente no diálogo" assim o exige

"Augusto Santos Silva, ministro dos Negócios Estrangeiros e número dois de António Costa, fechou ontem as intervenções de encerramento do debate do programa do Governo com um discurso de mobilização das hostes.
 
Insistindo em que o tempo "é de mudança" e que "a delicadeza da situação do país e a diversidade de opiniões torna indispensável uma cultura política assente no diálogo", "apesar das palavras crispadas hoje proferidas por alguns deputados ainda ressabiados", o tempo "não está para radicalizações, mas sim para compromissos", até porque "todos somos indispensáveis", afirmou Santos Silva" (in Negócios)

Sem comentários:

Publicar um comentário