domingo, 28 de dezembro de 2014

Malásia - 3º acidente aéreo no espaço de um ano

A confirmar-se a pior das hipóteses, o avião da Air Asia que hoje desapareceu com 162 pessoas a bordo fará elevar para quase 700 o número de mortos, num único ano, em três acidentes distintos.
O avião fazia a ligação entre a Indonésia e Singapura e terá pedido para mudar de altitude devido às condições climatéricas. Escreve agora o The Mirror que após essa comunicação o avião desapareceu dos radares, mas sem ter emitido qualquer pedido de ajuda.
O avião que agora está desaparecido, pertence à Air Asia, uma companhia de baixo custo que é liderada pelo empresário malaio e de ascendência portuguesa Tony Fernandes
Este é o terceiro de três grandes incidentes a envolverem companhias aéreas da Malásia este ano.
O voo MH370, da Malaysia Airlines, com 239 pessoas a bordo, despareceu em março, quando fazia a ligação entre Kuala Lumpur e Pequim. O aparelho continua desaparecido.
Em julho, um segundo aparelho da mesma companhia, que operava o voo MH17, foi alegadamente derrubado no leste da Ucrânia, provocando a morte das 298 pessoas a bordo

Sem comentários:

Publicar um comentário