quarta-feira, 26 de março de 2014

(video) TVI - José Junqueiro - Líder Parlamentar do PSD desmente 1º MInistro



O vice-presidente da bancada do PS José Junqueiro exigiu hoje ao Governo e ao PSD que "joguem limpo" e esclareçam quem fala verdade sobre a preparação de mais cortes
nos salários e pensões.
"Os factos estão aí, o líder parlamentar diz que não há cortes, o Governo diz que há cortes, diz até qual o montante previsível desses cortes, o comentador oficial do Governo na televisão, o doutor Marques Mendes, já tinha referido esses cortes alguns dias atrás. Jogo limpo tem de ser feito, mas é dentro do próprio Governo e do próprio PSD", afirmou José Junqueiro, em declarações aos jornalistas no Parlamento.
Reagindo às declarações do líder parlamentar do PSD, Luís Montenegro, que pediu a todos  os agentes políticos, em concreto ao PS, para "jogar limpo" no debate partidário, assinalando que "não é verdade que venham aí mais cortes de salários e pensões", o vice-presidente da bancada socialista devolveu o repto, desafiando os sociais-democratas e o executivo de maioria PSD/CDS-PP a esclarecerem "quem está a falar a verdade".
Pois, referiu, tanto o primeiro-ministro como a ministra das Finanças já disseram que vão fazer um ajustamento que variará entre 1.500 e 2 mil milhões de euros e que "até abril esses cortes vão ser feitos".
"Portanto, o que nós queremos é saber quem está a falar verdade, na justa medida em que o líder parlamentar do PSD vem dizer que esses cortes não vão acontecer, que não haverá cortes nos salários, nas pensões, nos rendimentos das pessoas e até pede
que se faça jogo limpo"
, sublinhou.
"Alguém está a faltar a verdade e o que nós queremos saber com clareza é quem é que fala verdade, é o líder parlamentar do PSD ou é o primeiro-ministro? Há cortes ou não há cortes?", questionou José Junqueiro, falando na existência de uma "divergência insanável" entre o Pedro Passos Coelho e Luís Montenegro.


Sem comentários:

Publicar um comentário