quarta-feira, 14 de agosto de 2013

José Junqueiro - Candidatura PS quer novo conceito de escola a tempo inteiro em Viseu

Viseu, 12 ago (Lusa) - A candidatura do PS à Câmara de Viseu comprometeu-se hoje a implementar um novo conceito de escola a tempo inteiro no primeiro ciclo, onde as crianças podem ficar até às 19:30 e dormir um pouco.
Em conferência de imprensa, o candidato socialista à presidência da Câmara de Viseu, José Junqueiro, explicou que este conceito de escola a tempo inteiro vai além do habitual, com o objetivo a ajudar os pais que não conseguem ir buscar os filhos imediatamente após os horários assegurados pelo Ministério da Educação.
A apresentação do novo conceito ficou a cargo do professor Adelino Aido - quarto na lista à Câmara de Viseu --, segundo o qual "na área urbana ainda há muitas escolas do primeiro ciclo que têm aulas ou no período da manhã ou no da tarde, o que coloca problemas graves às famílias".
Com o surgimento das Atividades de Enriquecimento Curricular (AEC), os horários foram prolongados, mas "mesmo nas que funcionam em regime normal, até às 17:00/17:30", continua por resolver "o problema dos pais que saem às 18:30/19:00" do trabalho, acrescentou.
Por isso, o PS quer replicar experiências que já foram feitas em escolas da cidade, nomeadamente na da Ribeira e na Professor Rolando de Oliveira, onde as associações de pais criaram condições para que as crianças possam permanecer no estabelecimento de ensino até às 19:00/19:30.
Segundo o professor, é também "importante que as escolas proporcionem espaços de descanso à criança" que lá ficam desde o início da manhã até ao final da tarde, devendo ficar reservada uma área "onde se pode deitar e descansar um bocadinho".
Nesta estratégia, o PS quer envolver não só as associações de pais, mas também as instituições de solidariedade social que têm ATL, dando o exemplo da de Abraveses, que envia funcionárias para a Escola Professor Rolando de Oliveira entre as 07:30 e as 09:00 e entre as 17:30 e as 19:30.
Caberá à autarquia "ter um papel facilitador" destas parcerias, acrescentou Adelino Aido.
José Junqueiro garantiu que "nenhuma criança ficará sem este apoio por ausência de bens materiais" e que a autarquia superará esse problema, para que todas "possam ter o seu primeiro ciclo nas melhores condições de aprendizagem".
Adelino Aido admitiu ser "necessário criar espaços e equipamentos que respondam a essas necessidades da escola", porque as crianças não podem estudar, brincar e dormir dentro da mesma sala.
"Não hesitaremos em fazer os investimentos necessários para que as crianças tenham os espaços adequados para esta escola a tempo inteiro. É altura de parar de regatear esse esforço, porque a nossa competitividade no futuro faz-se apenas com alunos bem formados e isso começa nesta fase", sublinhou José Junqueiro.
AMF // MLM


Sem comentários:

Publicar um comentário