terça-feira, 16 de julho de 2013

SIC - Miguel Sousa Tavares - BIC, um caso de polícia - E as reuniões de "Salvação Nacional"

Lembro o que escrevi sobre a matéria:
BIC exige mais de 100 milhões ao Estado pelo BPN - Nacionalizar o BPN foi um péssimo negócio para os contribuintes e privatizá-lo foi outro péssimo negócio. É lastimável que se façam contratos destes, sem as pessoas saberem. Isto era um caso de polícia e fechar o banco, conseguindo-se fazer um processo interminável. O Banif é outro BPN com que estamos em mãos.

Reuniões entre PSD, PS e CDS - Não acredita num compromisso sério. Se houver compromisso, é forçado pelo PR e é falso. É uma tentativa absurda, não acreditando num acordo. AJS está numa posição desconfortável, não tem alternativa a propor, a não ser exigir eleições antecipadas. Quem está mais confortável é o PR, com a presença de um seu representante a ser surrealista.
Quando pensamos que depois de amanhã o PS vai votar uma moção de censura ao governo com quem está a negociar uma solução de salvação nacional, nada disto faz sentido. Acha que o PS devia recusar qualquer acordo. O que faz mais sentido era voltar ao governo anterior.

Sem comentários:

Publicar um comentário