quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

PSD CHUMBA INQUÉRITO A BPN - AI NÃO! AGORA FOI "VENDIDO" (!?) A MIRA AMARAL(salvo seja!)

O PSD NÃO QUER - até o negócio estar feito - O BPN foi vendido ao banco angolano de MIRA AMARAL, ex-ministro de Cavaco Silva por 40 M€, depois do Estado (nós) saldar 500 M€ e pagarmos o despedimento de 50% dos funcionários. É uma espécie de REGRESSO ÀS ORIGENS, a preço de saldo. Volta às MÃOS dos seus mentores, os MESMOS QUE O DESFALCARAM E SE GOVERNARAM! Eu não ganhei lá dinheiro em ações. VOCÊ GANHOU?

"Económico com Lusa
O PSD vai votar contra a criação de uma comissão eventual de inquérito à gestão do BPN pela Caixa Geral de Depósitos (CGD).
"Vamos votar contra. Não vamos fechar a porta a uma comissão de inquérito genérica sobre o BPN, a única coisa que não aceitamos é que seja nesta fase em que ainda se está a concretizar a venda", disse à Lusa o deputado social-democrata Hugo Velosa.
O deputado do PSD acrescentou que "está prevista a concretização da venda até ao fim de Março", referindo que os sociais-democratas apoiam a iniciativa do PCP de uma auditoria pelo Tribunal de Contas aos processos do BPN e do BPP.
A proposta do Bloco de Esquerda para a criação de uma comissão eventual de inquérito parlamentar à gestão do Banco Português de Negócios pela CGD e à sua venda ao BIC é discutida na quinta-feira no plenário da Assembleia da República.
À excepção do CDS, que ainda não divulgou a sua posição, os restantes partidos manifestaram-se favoráveis à criação da comissão de inquérito, que, para ser aprovada, necessita do voto favorável da maioria dos deputados em funções.
Entre 2008 e 2009 houve uma comissão de inquérito proposta pelo CDS-PP sobre a situação que levou à nacionalização do BPN e sobre a supervisão bancária inerente.
Também na semana passada, o PCP avançou com um pedido de auditoria pelo Tribunal de Contas aos processos do BPN e do BPP, através de um projecto de deliberação na Assembleia da República, que será igualmente votado quinta-feira e que já recebeu o apoio de todas as bancadas"

Sem comentários:

Publicar um comentário