quarta-feira, 23 de novembro de 2011

ÚLTIMA HORA - CRISE DA DÍVIDA TAMBÉM CHEGA À ALEMANHA - INFELIZMENTE!

Crise de dívida chega à Alemanha - Luís Leitão   - 23/11/11 10:58

Tesouro alemão conseguiu colocar apenas 60% das obrigações do Tesouro a 10 anos que pretendia num leilão realizado esta manhã.

Já não são só os países periféricos a revelar dificuldades em emitir dívida no mercado obrigacionista. A crise da dívida soberana da zona euro parece ter hoje batido à porta da Alemanha

De acordo com dados da Reuters, a Alemanha conseguiu apenas colocar hoje de manhã apenas 3,64 mil milhões de euros em obrigações do Tesouro a 10 anos (‘bunds'), quando pretendia arrecadar 6 mil milhões com esta operação.


O leilão de dívida alemã ficou longe de ser um sucesso, desde logo por a procura ter apenas superado a oferta em 1,1 vezes. Contudo, como o total de ofertas por parte dos investidores coberto por Berlim contabilizou apenas 3,89 mil milhões de euros, a procura "real" do leilão face ao montante inicialmente previsto (6 mil milhões) foi de apenas 0,648 vezes.

Por esta emissão, o Tesouro alemão pagará, em média, 1,98% por ano até 2022. Ligeiramente abaixo dos 2,09% pagos a 19 de Outubro numa emissão semelhante, e que resultou na emissão de 4,55 mil milhões de euros. Recorde-se também que, nesse leilão, o Tesouro alemão pretendia colocar no mercado 16 mil milhões de euros.

A ‘yield' das várias obrigações do Tesouro alemão a negociar no mercado não regulamentado ‘over the counter' (OTC) estão hoje a registar uma subida generalizada. O mesmo sucede com as ‘yields' das obrigações soberanas da maioria dos países da zona euro.

Também a reagir ao resultado deste leilão está hoje a negociar o euro, que já contabiliza uma desvalorização face ao dólar de 0,94%, com a moeda única a negociar no mercado abaixo da barreira dos 1,34 dólares.

Sem comentários:

Publicar um comentário